COMPETÊNCIAS PARA O SÉC. XXI E O PAPEL DA ESCOLA

Os alunos enfrentam, atualmente, um mundo onde mais do que nunca um conjunto mais amplo e profundo de habilidades são essenciais para o sucesso. As habilidades e competências exigidas e valorizadas no novo formato de sociedade tecnológica, interativa e interdisciplinar que estamos vivenciando demandam novas posturas frente aos desafios impostos. Trata-se de uma modelo social que exige, cada vez mais, um indivíduo preparado para lidar com novas formas de realizar tarefas, de lidar com problemas e com relacionamentos interpessoais.

Diante desse cenário, surgem alguns questionamentos: como a escola está discutindo e contribuindo para a formação de pessoas capazes de enfrentarem essas novas demandas do séc. XXI?

Como contribuir para a formação de  pessoas pró-ativas, autônomas, colaborativas, criativas, interativas, comunicativas e conscientes do aprender a aprender?

As escolas devem usar novas ferramentas para construir não apenas conhecimentos acadêmicos e técnicos, mas também contribuir para a formação das competências exigidas no séc. XXI.

Veja abaixo as competências do século XXI e como as escolas deveriam desenvolvê-las:

 

Competências séc. XXI

Objetivos

 

1- Resolução de problemas

 

Propor desafios e questões para serem resolvidos em grupos.

 

2-  Colaboração

 

Propor o trabalho colaborativo em equipe para aprender a lidar com divisão de tarefas, diferentes opiniões e desenvolver a empatia.

 

3- Inovação

 

Integrar ferramentas digitais (Tecnologias de Informação e comunicação) para o desenvolvimento do trabalho colaborativo.

 

4-  Criatividade

 

Estimular a criatividade na resolução do desafio.

 

5- Comunicação

 

Favorecer a comunicação e relações positivas entre os pares.

 

6-  Pensamento crítico

 

Promover e incentivar a opinião crítica do problema a ser solucionado.

 

Uma sugestão para o desenvolvimento das competências citadas acima é a Aprendizagem Baseada em Projetos (ABP) que instiga o desenvolvimento de habilidades e tomada de decisões na resolução de problemas e tarefas propostos. É uma abordagem que exige mais dos alunos e professores para que possa funcionar. Por outro lado, oferece aos estudantes a oportunidade de aprender a trabalhar em equipe e realizar tarefas comuns, pois a ABP força o aluno a confrontar problemas inesperados e descobrir como resolvê-los.

A Aprendizagem Baseada em Projetos (ABP) é uma poderosa abordagem para a aprendizagem que oferece uma riqueza de oportunidades para construir essas competências essenciais do século XXI, especialmente quando oferece oportunidades para aprender e praticar as habilidades de gerenciamento de projetos que serão extremamente valiosas para os alunos, principalmente no mercado de trabalho.

Quer conhecer mais sobre  Aprendizagem Baseada em Projetos (ABP)? Baixe o ebook GRATUITO “Introdução à Aprendizagem Baseada em Projetos” organizado pela prof. Deborah Costa.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR

Pedagogia Baseada em Projetos

2 Comentários

  1. Mais um ótimo artigo Débora! Está sendo um prazer conhecer e acompanhar teu trabalho! O papel do professor e da escola na formação do cidadão do século XXI é uma discussão que não deve parar e saber quais são as competências exigidas ao cidadão deste século é o ponto de partida!

    • Deborah multiaprendizagem@gmail.com

      Obrigada Leila! Vamos juntas nessa jornada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *